Jessie Miranda

Minha foto
Até nas flores encontra-se a diferença da sorte; umas enfeitam a vida, outras enfeitam a morte!

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

T grandão!

Texto: Jéssica Miranda A pele queima O desejo não cede. A alma clama, Uma noite quente na cama. E mente comedida pede Para que meu desejo aquiete-se A cabeça gira e a temperatura sobe. E não esnobe o que já fizemos valer. A alma alimenta-se de sonhos e desejos, Onde muitas vezes só a matéria é capaz de trazer. Só por tocar-me minha pele arrepia A cada minuto mais quente Respiração mais forte. Acho que não vou aguentar.... Deus! Pq q a gente é assim? *********************************** Ouvindo: Cazuza: Pq q a gente é assim? Mais uma dose? É claro que eu estou a fim A noite nunca tem fim Por que que a gente é assim? Agora fica comigo E vê se não desgruda de mim Vê se ao menos me engole Mas não me mastiga assim Canibais de nós mesmos Antes que a terra nos coma Cem gramas, sem dramas Por que que a gente é assim? Mais uma dose? É claro que eu tô a fim A noite nunca tem fimBaby, por que a gente é assim? Você tem exatamente Três mil horas pra parar de me beijar Hum, meu bem, você tem tudo Pra me conquistar Você tem exatamente Um segundo pra aprender a me amar Você tem a vida inteira Pra me devorar Pra me devorar! Mais uma dose? É claro que eu tô a fim A noite nunca tem fim Por que a gente é assim?

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Pérolas da cevadis!

É tão bom ter amigos. Maravilhoso é quando eles são tão loucos ou mais que nós mesmos. Part 1 Uma partida de Futebol rolando... Campeonato Paulista..... Eu: Ah não é o palmeiras que ta de verde? Quem é??? Amigo Beudo: Ah é o Goiás? Eu: Anh? Amigo Beudo: NÃO! É Guarani, mew que viagem Goiás no campeonato Paulista! (gargalhadas) Part 2 Eu: Ai você lembra do Brasil qndo o Denilson driblou 3 perto da pequena área... num jogo contra a China??? Amigo Beudo: Era contra Turquia, Jéssica! Eu: Anh! (gargalhadas) Part 3 Eu: Nossa e qndo o Brasil estava nas ELIMINAÇÕES para entrar na copa, e ficou com posse de bola durante 1 e 40 contra a Argentina, nossa foi MARA!!!! Amigo Beudo: ELIMINATÓRIAS, Jéssica...... A gente fala sério depois dessa é melhor ficar quieta. CALA A BOCA MAGDA! Part 4... Eu: ai eu tive meus relacionamentos e blah blah blah até que...... Eu e amigo beubo: Vc sumiu! Hauhauahauhuah Quase um se eu fosse você.... ADOREI TUUUUDO é bom d+ dar risada e esquecer tudo

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Criança traquina! Meu nome é paixão!

Texto: Jéssica Miranda Hoje descobri que algumas pessoas só alimentam uma relação por paixão, uma vez que essa acaba, o amor é só o amor! O amor é APENAS o amor! Como se essa tal paixão que brinca de esconde-esconde, fosse o principal ingrediente para as pequenas coisas de um relacionamento. Só ela tem termômetro e ondas que fazem o mar movimentar-se, só ela tem magia para que o amor dure. Há quem diga que ela acaba assim como coloquei acima, eu discordo acho que ela esconde-se, para que não nos ACOMODEMOS e começamos a procura-la para que volte a seu devido lugar, como uma criança traquina que nunca deixa de brincar. Hoje descobri que é única coisa que embala o amor é a paixão se ela não existe mais, o amor é unicamente amigo, e não mais amante! As vezes deixa até de ser amigo, e toma nome de comodismo! Eu, continuo amando apaixonadamente, e jamais quero deixar a minha criança traquina chamada paixão morrer, eu vivo simplesmente por saber que para que eu continue amando, apenas ela precisa viver ___________________________________ [...]"Tem gente que está do mesmo lado que você Mas deveria estar do lado de lá Tem gente que machuca os outros Tem gente que não sabe amar Tem gente enganando a gente Veja nossa vida como está Mas eu sei que um dia a gente aprende Se você quiser alguém em quem confiar Confie em si mesmo Quem acredita sempre alcança" [...] ______________________________________________ OBS: Por favor sem deduções pessoais! Se gostarem do texto, por respeito a mim comentem apenas o texto! Obrigada!

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Repeteco

Texto escrito por mim postado anteriormente.... ♥♥♥♥ ♥♥♥♥ ♥♥♥♥ ♥♥♥♥ ♥♥♥♥ Desculpa por muitas vezes me calar e desviar o meu olhar. Às vezes é melhor guardar o pensamento para não estragar o que está perfeito. Sei que o amor é divisão de sentimentos, mas o pensamento é singular. Fique tranqüilo, porque esse momento é passageiro. ♥ Trafego entre as massas cinzentas do meu pensamento.Mas você pertence à parte boa da minha mente, A parte que me traz paz e alegria após dias como estes. Você pertence ao meu lado claro do amor e do desejo. ♥ Você tem o poder de mover tudo que está horrível Trazendo a pureza da lembrança seu sorriso, Fazendo com que o asfalto fique florido E que eu não corra mais perigo. A saudade no amor é a fome que saliva boca, Que ao sentir seu aroma, me traz força. Estar com você, me leva a lugares lindos, Transformando essas pedras ásperas em lírios lisos,Vento em abraço, vontade em amasso ♥ Você é a chuva que beija meus lábios Purificando o ar poluído Que aquela nuvem havia trazido... Isso, apenas por estar contigo. *Jessie* T£ Amo

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Velha infância

Geeente hoje eu tive uma nostalgia, quando entrei em um blog, No blog falava de Extra Terrestre, Gosma de E.T geléia. Pronto! Foi a deixa, lembrei de Ghostbluster! Hahaha lembrei na hora do Geléia ele era uma figuuura, gostava do filme e desenho,Ah isso me deu margem para lembrar de “N” coisas. Punky, A levada da Breca (Punky Brewster) (foto) [..]Nunca mais eu vou dizer que essa vida me aborrece, Punky! rs
Eu sempre queria usar allstar rosa e azul (cada pé de uma cor pra ficar igual a ela) no desenho eu adoooraaaava o Glommer mexendo suas orelhas e dizendo suas palavras mágicas.... ai adooooraaaava! E queria sim! Ter uma casa na árvore igual a dela. E uma cama de carroça igual a dela...
Também era MARA o desenho NOSSA TURMA (foto)
Eu não perdia um!
Nem CAVALO DE FOGO, eu amava a voz do cavalo, e a mina que cantava a música de abertura desafina que nem louca, mas na época eu achava lindo! rs
Ai, ai! rs Isso está cheirando naftalina puuuura! rs
Não posso deixar de lembrar destes também:
Carrossel (hahaha, eu era chamada de Maria Joaquina só pq era chata) Inspetor Bugiganga para isso, era ótimo acordar cedo no sábado... Ah Nossa! Família Dinussauro! “querida cheguei” “não é a mamãe” (até hoje minha irmã, ri qndo imito a risada do Baby) Enfim não vou continuar, pois se não não vou parar, mas o que não pode faltar também de tanto sucesso que fez continua na mídia (chapolin, chaves, pica-pau) Bom, a molecada de hoje não sabe o que é TV infantil de verdade, acho anos 80 e 90 quebraram tuuuudo! Rs Estou pensando seriamente em tentar baixar vários disso tudo na net! Será que consigo, ou terei pique???? Gentem, boa sexta-feira, curtam com moderação! Bjos

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

A Lógica de Einstein

Conta certa lenda, que estavam duas crianças patinando num lago congelado.Era uma tarde nublada e fria, e as crianças brincavam despreocupadas.De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou. A outra, vendo seu amiguinho preso, e se congelando, tirou um dos patins E começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim, quebrá-lo e libertar o amigo. Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino: - Como você conseguiu fazer isso? É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis! Nesse instante, um ancião que passava pelo local, comentou: -Eu sei como ele conseguiu. Todos perguntaram: -Pode nos dizer como? - É simples: - respondeu o velho. - Não havia ninguém ao seu redor para lhe dizer que não seria capaz. (Albert Einstein)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Alma, a epiderme da Alma! A superficie da alma... sobrevive

Por: Jéssica Miranda
Aos desprazeres, ao desgaste, ao desgosto. Ao desrespeito, ao desafeto, ao desamor. A falta de comunicação, ao descaso, ao despeito. Ao meu despeito! Ao desfrute alheio, a acusações sem receios. Ao que há de olho gordo, ao que há de lembranças errôneas, Ao que há de mau, Pai, livrai-nos de todo ao mau. Amém! Ao meu “EGO cêntrico”, ao meu menino excêntrico, Que não fez por merecer. Ao meu imaginário, ao meu conto do vigário. A poeira, a bagunça, a verdade nua e crua, Descoberta sem querer. A intolerância, a arrogância, a implicância. Elas levam embora a segurança. Toda ela que eu tinha em você. A pergunta que assusta, o descaso que machuca, Onde foi o pacto que fiz com você?. A tristeza é um poço fundo, não tem pé, nem fim do mundo, É um universo escuro que me faz emudecer... [...] E nesse véu fétido que está oculto o amor antes admirado por muitos... Cuspo com a mente e corpo lúcido, tudo que não consigo entender [...] Pq não se importa?

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Aos que partiram

Sebastião Gabriel da Silva.

Quando você foi, eu senti saudades, e mesmo sem idade para saber o que era o amor, te amava com toda a minha força. Sinto falta do seu jeito caipira, de ficar perto do extinto fogão de lenha da vovó, fumando seu cigarrinho de palha. Adorava subir de cavalinho, ou quando me jogava para o alto, bem lá em cima, de apertar o seu nariz, sair correndo atrás de você quando ia em direção ao portão. De rir como criança das próprias piadas. Você partiu, ficamos tão pouco tempo junto, eu era uma criança de 3 anos quando você se foi, mas sempre tão marcante que até hoje lembro de ti. Gostaria de dividir tantas alegrias contigo, saber o que acha de certas coisas [...] não pude nem lhe dar um beijo de tchau, porém o tempo que ficamos foi suficiente para te amar. Te amar incondicionalmente. Você partiu e deixou no meu peito tanta saudade, sempre vou te amar vô Tião! vovô Sebastião!

José Renato da Silva.

Você não foi um tio, você não foi um cunhado, você foi um pai, nos momentos que o meu foi ausente, você foi o melhor pai que uma criança pode ter, era tão bom acordar no sábado de manhã, sabendo que você vinha nos ver, ficava da porta azul bebê só esperando meu herói aparecer, o grito ficava preso e minhas pernas também até o momento de sair correndo gritar tio zéééééé, e o comedor de palitos me pegar no colo com o abraço mais amoroso do mundo...Me levar pra sua casa e dormir lá com a Tia Anastácia. É tão ruim ser pequena e não poder entrar em visita de hospital, eu nem tive tempo de me despedir.... nem tive tempo de dizer o quanto foi meu herói, e o quanto sempre o amei, sempre terei o senhor como meu pai. Recebi a noticia pior da minha vida aos 8 anos de idade, me tiraram da sala antes da hora, me levaram pra casa, e me disseram que eu não o veria mais. Me disseram que você tinha partido. Lembro que tive um surto, não queria deixar que te levassem de mim. Até hoje não me conformo com sua partida. Te amo e sinto sua falta. Sinto muito sua falta.

Virginia Miranda Neves. E você senhora, a dona dos olhos mais lindos que já vi na vida, azul cor do mar. Você senhora da melhor farofa do mundo, nossa tapioca chamava biju, e era tão bom comer seu biju, era sempre tão bom brincar no meio das suas plantas ou ir apenas tomar café na sua casa e comer biscoito Maria, ou apenas de sentar no chão com a senhora cantando minha musica (nosso segredo) e penteando meu cabelo, nem sempre era de todo amor, mas era minha heroína, minha baiana arretada! Aquela que sempre quando me machucava me socorria.Certo dia te vi em casa sentada em uma cadeira sem poder levantar, e minha mãe te levando nos braços e eu pequena, sem poder ajudar. Depois te levaram ao hospital, e durante aquela semana alguém me avisou que a senhora partiria, não lembro quem pois não consegui ver o rosto e a senhora partiu, minha dor foi tão forte. Senti sua presença durante muito tempo. Mas esta energia a tempos não vem me visitar. Vó, você deixou saudades. João Bosco da Silva.

Você mesmo tão distante, mesmo morando lá em Minas, sempre foi tão querido, sempre muito amoroso conosco, falando sempre de suas lindas sobrinhas de São Paulo. Mas algo infelizmente foi mais forte que você né tio?! Ele foi mais forte, ele quis te consumir, ele quis te dominar e infelizmente conseguiu isso a longo prazo né?! Era tarde para sair dele. E o Álcool te levou de nós. Eu senti sua partida, senti a presença do vô tião, foi ele eu sei que ele que veio te dar a mão na hora de subir. Sinto sua falta, o sempre carinhoso, e apaixonado Por o na hora de subir. Sinto sua falta, o sempre carinhoso, e apaixonado Por Roberto Carlos.

Sei que a passagem neste canto do universo, é tão curta.... espero brevemente encontra-los, pois meu coração não aguenta mais de saudades! [...] “Eu sei que vou te amar, por toda minha vida eu vou te amar, e em casa despedida eu vou chorar, desesperadamente. Eu sei que vou te amar”[...]

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

O tudo e o nada

Esta aqui sou eu, não cheia de maquiagem e produzida pra fotos. Ali em cima existe apenas uma fina casca. Uma vez tocada brutalmente se quebra e não existe mais.Eu sou a lembrança que os amigos recordam, eu sou a palhaça que anima os amigos, eu sou a mala que aluga os amigos quando estou carente, eu sou o colo dos que precisam de apoio, eu sou a palavra dura quando é necessário, eu sou a própria piada, eu sou um sorriso num momento de alegria intensa, eu sou o choro interrupto da alma. Eu sou o suor na pele dos apaixnonados, eu sou coração batendo pelo amado.Eu sou essa que fala banalidades para postar num blog parte do que estou sentindo.... Espero em breve ter novidades pra vocês! bjs

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Jé de betty Boop! rs

http://br.video.clipta.com/Disney_Channel_-_Cabore_08__v1b1a3e8e3a36bba48d48 Video MARA vejam eu amei É muito bom olhar para certas coisas e ver que nem tudo está perdido..... Adooooooro!!!!!! Foto: Thino Kato. Pin Up

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

200INOVE by Bradesco.

Texto por: Jéssica Miranda Este ano farei tudo diferente, Nadarei contra a corrente. Que me amarra no presente. Este ano quero sonhos realizados. Frustrações só no passado, Mostrando que me ensinaram a viver. Este ano quero chorar minhas dores, Gritar meus amores, cantar, sorrir, crescer. Este ano quero sonhos verdadeiros. Amores sem receios, sem medo, sem temer. Este ano quero gritar minhas vitórias, Lembrar minhas derrotas, que me fizeram vencer. Este ano varei o que tiver vontade. Farei apenas o que me dá prazer.