Jessie Miranda

Minha foto
Até nas flores encontra-se a diferença da sorte; umas enfeitam a vida, outras enfeitam a morte!

sexta-feira, 28 de março de 2008

A despedida

Ontem, apenas lágrimas por não vê-lo partir.... Noite em claro sem ao menos sorrir! Robusto, seco e mesmo sendo assim, tão íntimo! Dor sinto por ti, ao ver-te inflando pelo tempo. Tempo no qual sei que sente ânsia para respirar e inundar o mundo com sua presença! Hoje, o sorriso da despedida... Tarde singela mesmo tendo que ir! Firme e persistente, assim te vi partir! Alegria por sua liberdade, e por minha felicidade sem fim! Antes de sua atual forma te possui, com desejo, e luxuria! Mas como essas coisas são passageiras.... Decidi deixar-te partir! Mesmo com muito sofrimento e sua insistência por ficar.... desvinculei os laços que estavam por aqui ficar! A despedida! Adeus totÔ!

quarta-feira, 26 de março de 2008

O MUNDO ASSIM, PORQUÊ?

Quanto mais coisas aprendo desse mundo moderno, mais burra fico. Sinto falta de correr descalço, pelas ruas brincando de pega-pega. Sinto falta de subir em árvores pra chupar limão com sal De achar que a jabuticabeira, de onde MORAVA minha tia ainda me acha bem-vinda, a ponto de trepá-la e colher o que quisesse. ou de subir num pé de manga, rasga-lá no dente
e levar algumas pra minha avó (que já não está mais aqui). De vestir os saltos, e roupas de festa da mamãe, e desfilar na frente do espelho... De ficar com medo do escuro... De achar desenho em nuvem... De sentir o tempo passar bem devagar. De achar que o arco-íris é o escorrega que PAPAI DO CÉU criou pra mim... De bater a massa de um bolo de fubá com colher de pau.... De ficar feliz apenas por estar aniversariando..... Por poder contar mina idade apenas com os dedos da mão........... De poder curtir as décadas, e não o século 21............ Saudades de tempo antes do aquecimento global.... Catástrofes naturais............ De saber que existe água o suficiente no mundo...... De não imaginar que animais como os ursos polares... estariam se afogando por faltar geleiras e chorar com isso Que o MEU MUNDO de volta............ O MUNDO que DEUS fez pra mim......... PRA QUE IR A LUA SE A VISTA DELA DAQUI É MELHOR........ *MALDITO HOMEM REVOLUCIONÁRIO E MODERNO....*

O Mundo assim, porquê?

Quanto mais coisas aprendo desse mundo moderno, mais burra fico. Sinto falta de correr descalço, pelas ruas brincando de pega-pega. Sinto falta de subir em árvores pra chupar limão com sal De achar que a jabuticabeira, de onde MORAVA minha tia ainda me acha bem-vinda, a ponto de trepá-la e colher o que quisesse. ou de subir num pé de manga, rasga-lá no dente e levar algumas pra minha avó (que já não está mais aqui). De vestir os saltos, e roupas de festa da mamãe, e desfilar na frente do espelho... De ficar com medo do escuro... De achar desenho em nuvem... De sentir o tempo passar bem devagar. De achar que o arco-íris é o escorrega que PAPAI DO CÉU criou pra mim... De bater a massa de um bolo de fubá com colher de pau.... De ficar feliz apenas por estar aniversariando..... Por poder contar mina idade apenas com os dedos da mão........... De poder curtir as décadas, e não o século 21............ Saudades de tempo antes do aquecimento global.... Catastrofes naturais............ De saber que existe água o suficiente no mundo...... De não imaginar que animais como os ursos polares... estariam se afogando por faltar geleiras e chorar com isso Que o MEU MUNDO de volta............ O MUNDO que DEUS fez pra mim......... MALDITO HOMEM REVOLUCIONÁRIO E MODERNO.... PRA QUE IR A LUA SE A VISTA DELA DAQUI É MELHOR........

terça-feira, 18 de março de 2008

Don't Stop Believin'

Journey - Don't Stop Believin' Just a small town girl Livin' in a lonely world She took the midnight train going anywhere Just a city boy Born and raised in South Detroit He took the midnight train going anywhere A singer in a smoky room The smell of wine and cheap perfume For a smile they can share the night It goes on and on and on and on (Chorus) Strangers waiting Up and down the boulevard Their shadows searching in the night Streetlight people Living just to find emotion Hiding somewhere in the night Working hard to get my fill Everybody wants a thrill Playin' anything to roll the dice Just one more time Some will win, some will lose Some were born to sing the blues Oh, the movie never ends It goes on and on and on and on (Chorus) Don't stop believin' Hold on to that feelin' Streetlight people

quarta-feira, 12 de março de 2008

Interessante

Sobre Estar Sozinho Dr. Flávio Gikovate Não é apenas o avanço tecnológico que marcou o início deste milênio. As relações afetivas também estão passando por profundas transformações e revolucionando o conceito de amor. O que se busca hoje é uma relação compatível com os tempos modernos, na qual exista individualidade, respeito, alegria e prazer de estar junto, e não mais uma relação de dependência, em que um responsabiliza o outro pelo seu bem-estar. A idéia de uma pessoa ser o remédio para nossa felicidade, que nasceu com o romantismo está fadada a desaparecer neste início de século. O amor romântico parte da premissa de que somos uma fração e precisamos encontrar nossa outra metade para nos sentirmos completos. Muitas vezes ocorre até um processo de despersonalização que, historicamente, tem atingido mais a mulher; ela abandona suas características, para se amalgamar ao projeto masculino. A teoria da ligação entre opostos também vem dessa raiz: o outro tem de fazer o que eu não sei. Se sou manso, ele deve ser agressivo, e assim por diante. Uma idéia prática de sobrevivência, e pouco romântica, por sinal. A palavra de ordem deste século é parceria. Estamos trocando o amor de necessidade, pelo amor de desejo. Eu gosto e desejo a companhia, mas não preciso, o que é muito diferente. Com o avanço tecnológico, que exige mais tempo individual, as pessoas estão perdendo o pavor de ficar sozinhas, e aprendendo a conviver melhor consigo mesmas. Elas estão começando a perceber que se sentem fração, mas são inteiras. O outro, com o qual se estabelece um elo, também se sente uma fração. Não é príncipe ou salvador de coisa nenhuma. É apenas um companheiro de viagem. O homem é um animal que vai mudando o mundo, e depois tem de ir se reciclando, para se adaptar ao mundo que fabricou. Estamos entrando na era da individualidade, o que não tem nada a ver com egoísmo. O egoísta não tem energia própria; ele se alimenta da energia que vem do outro, seja ela financeira ou moral. A nova forma de amor, ou mais amor, tem nova feição e significado. Visa à aproximação de dois inteiros, e não a união de duas metades. E ela só é possível para aqueles que conseguirem trabalhar sua individualidade. Quanto mais o indivíduo for competente para viver sozinho, mais preparado estará para uma boa relação afetiva. A solidão é boa, ficar sozinho não é vergonhoso. Ao contrário, dá dignidade à pessoa. As boas relações afetivas são ótimas, são muito parecidas com o ficar sozinho, ninguém exige nada de ninguém e ambos crescem. Relações de dominação e de concessões exageradas são coisas do século passado. Cada cérebro é único. Nosso modo de pensar e agir não serve de referência para avaliar ninguém. Muitas vezes, pensamos que o outro é nossa alma gêmea e, na verdade, o que fizemos foi inventá-lo ao nosso gosto. Todas as pessoas deveriam ficar sozinhas de vez em quando, para estabelecer um diálogo interno e descobrir sua força pessoal. Na solidão, o indivíduo entende que a harmonia e a paz de espírito só podem ser encontradas dentro dele mesmo, e não a partir do outro. Ao perceber isso, ele se torna menos crítico e mais compreensivo quanto às diferenças, respeitando a maneira de ser de cada um. O amor de duas pessoas inteiras é bem mais saudável. Nesse tipo de ligação, há o aconchego, o prazer da companhia e o respeito pelo ser amado. Nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo...

sexta-feira, 7 de março de 2008

***Sonhos***

O que mais posso querer da vida.... Se eu tenho um emprego, mesmo que não seja o que eu queria! O que mais posso querer da vida... Se eu como chocolate sem culpa, mesmo querendo ter um corpo de escultura! O que mais posso querer da vida.... Se eu tenho meus pais vivos, mesmo querendo sumir deles por alguns dias! O que mais posso querer da vida... Se eu tenho tantos papéis em andamentos intitulados por dívidas! O que mais posso querer da vida... Se os meus sonhos mais profundos, não saem da minha planilha! O que mais posso querer da vida... Se o que mais me dá medo não é a chegada da morte! O que mais posso querer da vida... Se o homem a cada progresso, nos enterra em desastres naturais! O que mais posso querer da vida.... Se Deus nos deus um mundo sem moeda, e hoje pagamos até a nossa água! O que mais posso querer da vida... Se muitas vezes a melancolia ainda agride meu pensamento, mostrando a sujeira do mundo! O que mais posso querer da vida... Se eu tenho o amor de quem amo! Deus, eu quero mais dessa vida.... Quero que as pessoas percebam que bulir com aquilo que foi feito pelo MESTRE, já é perfeito. Quero que as pessoas percebam que a política desde que existe, não tem como fundamento lutar pelos direitos de seus municípios, estados e, inclusive país. Quero que as pessoas percebam, que não devem buscar-te apenas nos momentos de angústia, e agradecer por cada aprovação que passam, pois estamos aqui estagiando. Quero que as pessoas percebam, que não é compensador vangloriar-se por coisas usurpadas, pois cada um tem o mérito celeste unicamente por aquilo que faz. Quero que as pessoas percebam, que o ódio do passado, de momentos e de pessoas são praticamente, pensamentos direcionados a um espelho. Quero que as pessoas percebam, que todo sentimento que elas cultivam dentro de seus corações, estão dentro de cada um, portanto, cada sentimento ou pensamento ruim, que tiveres pelo próximo, está dentro de cada um. De que vale cultivar isso, se é algo interno e se quer atinge ao “destinatário”? Quero que as pessoas percebam, que o perdão é o sentimento mais sublime que o amor, pois passou por um período de sangria. Quero que as pessoas percebam, o quanto estão tornando-se vazias, buscando um mundo ilusório. Quero que as pessoas percebam, que quanto mais harmonia haver entre os seres de sua criação, PAI; inexistirá desumanidade. Um ponto de reflexão, para os acontecimentos que a tantos anos circulam pela nossa massa cefálica.... Ótima sexta-feira a todos. P.S.: Agradecimento em especial àqueles que apenas entram, para ler MINHAS verdades, pois algumas coisas podem ser verdade para mim, para alguns não passa de fantasia.

quinta-feira, 6 de março de 2008

Qualidade x Quantidade

Existem homens que nos faz perder o fôlego durante a noite toda.
E existe àquele homem que nos faz perder o fôlego em um segundo. Existem homens desejamos em uma noite, E existe àquele homem que queremos pra toda a vida. Existem homens que nos falam besteira e detestamos, E existe àquele homem que pedimos as besteiras mais sujas ao pé do ouvido. Existem homens que paramos pra pensar e, Existe àquele homem que não paramos de pensar. Estamos sempre a desejar..... Existem homens apenas pra olhar, E existe àquele homem que admiramos, e pedimos pra ficar. Existem homens amamos odiar, E existe àquele homem que ora odiamos amar. Existem homens do tipo infantis, E existe àquele homem que moldamos infantis. Existem homens que ACHAM que são, E existe àquele homem, que apenas “É”. Existem homens que fazem de tudo pra ficar mais um verão, E existe àquele homem, que morremos de “T”esão. Estamos sempre a flertar..... Existem homens que somem na calada da noite te ferindo como açoite, E existe àquele homem que lhe dá afagos ouvindo a quietude aos montes. Existem homens que viram para o canto e dormem, E existe àquele que antes mesmo de nanar, já te fazem sonhar. Existem homens que discutem futebol, arrotam, e falam de boca cheia, E existe àquele homem que discute quem ama mais, coloca a mão na boca ao bocejar, e lhe pede licença pra entrar. Existem homens lobisomens, E existe àquele homem cachorro: que é seu amigo, confidente, amante, fiel. Existem homens que dizem amar, E existe àquele homem que nunca deixa de demonstrar! É por essas e outras que a qualidade aplica-se a minha vida como uma luva, E a quantidade pra mim, não passa de água turva. *Jessie*